terça-feira, 27 de maio de 2014

COMO COLOCAR AMOR NA LINHA DE PESCAR?


Na saída da escola, os amiguinhos esperavam ansiosos por mim ,minha  vovó bem apressada, pediu para que falassem rapidinho.

Eles estavam alvoroçados, não tendo tempo pra falar, pediram para irem à minha casa, após o almoço,  muito curiosa pedi para vovó deixar, mas sabendo que ela sempre deixava, desde que não atrapalhasse as lições da escola.

Mal acabei de almoçar, lá eles estavam no jardim, corri para lá e sentei-me no gramado, 

João como sempre foi logo falando.

­­_Didi, hoje não queremos historinhas, queremos saber como se coloca o amor como isca na vara de pescar, lembra que você falou que é assim que Jesus pescava homens?

Comecei a rir, também perguntara a mesma coisa à vovó, que sorte foi bom, agora tinha a resposta.
Fiz carinha de quem sabe tudo, com o dedinho no queixo.

_Deixa-me ver se me lembro como é.

_Pronto, agora vai fazer charme- falou Isa impaciente.

_Não, não vou não, vou explicar como vovó me explicou.

_O amor não se coloca em linhas de pescar como estas dos pescadores, o amor à gente coloca nas coisas que fazemos e que falamos, e ele só pesca homens se for sincero, não só pra fazer tipo sabe?

_ Sei você está falando para fazer do jeito que o coração manda, não para aparecer.

_Isto mesmo João, vou dar uns exemplos:

Na hora do recreio, quando algum coleguinha não levou lanche e dividimos o nosso com ele com alegria, praticamos um ato de amor.

Num lugar onde estamos sentados e não tem mais poltrona vazia, quando um velhinho chega e nos levantamos cedendo o lugar de forma carinhosa, é um ato de amor.

Quando alguém adoece e mamãe vai visitar e leva carinho e atenção não deixando o doente se sentir sozinho, é um ato de amor.

Quando bate a nossa porta alguém pedindo um prato de comida e vovó com carinho prepara e coloca num lugar limpinho e a ele oferece com um lindo sorriso, é um ato de amor.

Existem muitos atos de amor, estes atos são as linhas que servem para pescar homens, corações, agora se fizer os atos só para aparecer, então a linha é falsa e não pescamos nada.

Isa que gostara muito do que ouvira, disse contente:

-Legal, vou correndo falar ao papai e mamãe, pois ontem quando perguntei para eles não sabiam como colocar o amor na vara de pescar. Didi pede para tua vovó preparar uma linda historinha e contar para você, que amanhã eu e o Joãozinho voltamos para ouvir.

Nesta hora dona Gina a vovó de Didi, chegou com um cesto cheiinho de pipoca e refresco de laranja.

-Vamos crianças, andei ouvindo e adorei o assunto, então agora comam e brinquem um pouquinho para arejar a cabecinha.

Todos aplaudiram a ideia, e Isa não deixou de falar, Dona Gina está pondo amor na sua vara de pescar.


Luconi
27-05-2014

5 comentários:

  1. È muito bonito e preciso este contar historias voltadas para os ensinamentos do Criador.
    Vivemos em meio a uma violência que parece não ter fim e quando nos propomos a esta busca nas palavras do Senhor, por certo encontramos mais forças para prosseguir pescando pessoas de boa vontade e de almas perfumadas,
    Parabéns amiga e que sejamos sempre abertos aos ensinamentos.
    Meu abraço carinhoso.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Luconi! Encantada com teu blog e com essa história de amor tão linda! Isto deveria ser lido nas escolas pois, tenho certeza, diminuiria o bulling que faz sofrer tantas crianças. Parabéns, minha querida amiga! Beijão.

    ResponderExcluir
  3. Sensacional.Linda e bem explicativa. E como anda faltando amor nos anzóis,rs...Linda lição!! Adorei! bjs,chica

    ResponderExcluir
  4. Linda estória e mensagem Luconi!
    Parabéns pelo blog e muito sucesso.
    abração com carinho

    ResponderExcluir

FAÇAM PARTE DESTA CASINHA DEIXANDO AQUI SEU PARECER,

A DIDI FICA FELIZ POR VER SEUS OUVINTES PARTICIPAREM

BRIGADUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...